venres 23/07/21

O cante do Alentejo, património mundial “exemplar” para a UNESCO

A UNESCO aprovou em Paris esta quinta feira a entrada do cante alentejano na lista representativa do património cultural imaterial da humanidade. 

Cante alentejano
Cante alentejano

A UNESCO qualificou de “exemplar” a candidatura portuguesa do canto alentejano para passar a fazer parte do património cultural imaterial da humanidade. O Grupo Coral e Etnográfico da Casa do Povo de Serpa, composto de 21 membros, cantaram a canção Alentejo, Alentejo para festejar o reconhecimento da UNESCO. 

Após o fado em 2011, Portugal volta a entrar na lista representativa do património cultural imaterial da humanidade. Desta volta, o canto coletivo e social da tradição alentejana volta a celebrar em Paris o valor internacional da música portuguesa. O diretor da Casa do Cante de Serpa e coordenador da candidatura, Paulo Lima, pôs em destaque o “amor” do Alentejo pelo seu cante, o que ficou à mostra no envolvimento pela candidatura de grupos que praticam uma música tradicional que é de grande dinamismo e vitalidade na atualidade. Mais de 150 grupos dedicam esforços a manterem viva a tradição do cante alentejano. Cantores como Vitorino ou Zambujo são firmes defensores da sua riqueza musical. 

Portugal pode entrar de novo uma terceira vez -à margem da sua participação na multi-estatal dieta mediterrânea- se a cultura imaterial comum galego-portuguesa for admitida pela UNESCO na sua lista, candidatura que promove a galega “Ponte... nas ondas!”

O cante do Alentejo, património mundial “exemplar” para a UNESCO
comentarios