domingo 27/09/20

O verdadeiro legado da Copa do Mundo no Brasil

Querem nos fazer acreditar que o mundial de futebol no Brasil foi um êxito. E foi mesmo. Tudo saiu conforme o combinado-maquiado: aeroportos, estádios de futebol e segurança pública com diversão garantida para todos os gostos.

Querem nos fazer acreditar que o mundial de futebol no Brasil foi um êxito. E foi mesmo. Tudo saiu conforme o combinado-maquiado: aeroportos, estádios de futebol e segurança pública com diversão garantida para todos os gostos. O povo brasileiro, embora sofrido, pobre, sem cultura e sem razão soube ser o melhor dos anfitriões. Aprendeu a falar inglês, alemão, espanhol, grego, italiano...ainda que fosse apenas para conseguir tirar alguma vantagem. Foi cordial, patriota e vestiu a camisa verde-amarela, mesmo ruborizada de vergonha. Realmente, aos olhos de quem só enxerga o que lhe é mais conveniente, esta foi a Copa das Copas. 

"Não torci nesta Copa, simplesmente porque eu tinha certeza de que não era o povo brasileiro que estava em campo resgatando sua dignidade e autoestima, mas sim uma empresa que visava tão somente o lucro e o êxito, uma Confederação Brasileira de Futebol"

A mídia televisiva fez o seu papel incentivador-enganador da torcida brasileira teleguiada: lançou músicas emotivas, comercial motivacional, pegando no maior ponto fraco, dos fracos, resgatando a brasilidade e recrutando até os mais céticos. 

Não torci nesta Copa, simplesmente porque eu tinha certeza de que não era o povo brasileiro que estava em campo resgatando sua dignidade e autoestima, mas sim uma empresa que visava tão somente o lucro e o êxito, uma Confederação Brasileira de Futebol, que não se confunde em nada com o país em si. É como se agora eu resolvesse torcer para a Petrobrás ganhar o direito de explorar todos os campos de petróleo espalhados pelo mundo derrotando as outras empresas estrangeiras. E creiam: ainda que isso fosse possível, o Brasil não seria o país mais rico do mundo, porque nos faltaria a base maior para a riqueza: a Educação, sobretudo a educação política. Mas este é um assunto para um próximo artigo.

Calculando o que ficou de bom no país depois da Copa:

1. Mostramos ao mundo que somos extremamente preconceituosos. Assistimos formadores de opinião incentivando o povo através da televisão, jornais e rádios a ser intolerante e xenófobo contra os argentinos. Nenhum brasileiro sabe porque tem preconceito contra argentino, só sabe que tem que discriminar. Depois não sabemos porque o brasileiro sofre preconceito no exterior.

2. A segurança pública que assegurou o bom funcionamento do campeonato, funcionou como nunca, e nunca mais funcionará igual, porque os interesses que aqui permanecem não são suficientes para mobilizar toda o aparato de defesa nacional. O povo não tem a mesma importância. O que vimos foi o cidadão brasileiro impedido de se locomover e de se manifestar, em próprio território nacional, para que tudo ocorresse conforme o combinado-maquiado.

"Não vi um hospital ser revitalizado ou construído. Nenhuma nova escola, moradias para sem teto, recapeamento das estradas, replanejamento da segurança pública padrão Fifa. Mas eu vi 12 estádios de futebol serem construídos/reformados". 

3. Os brasileiros que gastaram suas escassas economias para comprar entradas caríssimas para assistir aos jogos, ficaram com o gostinho de quero mais, já que a empresa brasileira perdeu o campeonato de futebol, ou seja, nós fizemos a festa, enchemos a barriga dos convidados e a nossa continuou vazia e com a dívida da festa para pagar.

4. Obras inacabadas, promessas não cumpridas. Não vi um hospital ser revitalizado ou construído. Nenhuma nova escola, moradias para sem teto, recapeamento das estradas, replanejamento da segurança pública padrão Fifa. Mas eu vi 12 estádios de futebol serem construídos/reformados. 

Então qual é o verdadeiro legado da Copa do Mundo no Brasil? A Vergonha.

A vergonha de saber que o país pode fazer muito mais pelo seu povo e não faz por razões políticas.

A vergonha de ter a educação pública tratada como lixo, com estudantes que são aprovados sem precisar estudar e professores com pobres remunerações.

A vergonha de ter a saúde sucateada, com hospitais e leitos incapazes de atender dignamente a população, sem os instrumentos de trabalho necessários.

"Então qual é o verdadeiro legado da Copa do Mundo no Brasil? A Vergonha".

A vergonha de sermos tão ricos de matéria e tão pobres de espírito.

A vergonha de ser originariamente cidadão brasileiro na identidade e perceber, num dado momento, que você apenas ostenta um “status” de brasileiro, o qual muda de acordo com os interesses do estado Presidencialista.

E, por fim, a vergonha de sentir vergonha de ser brasileiro.

comentarios