domingo 25/07/21

Cuba livre!

O passado domingo iniciava-se umha operaçom, com carimbo da CIA, com o objetivo de derrocar o governo revolucionário em Cuba.  Milhares de bots, vários influencers financiados por Washingtom e diversos meios de (des)informaçom, com destaque para a imprensa espanhola, lançavam umha operaçom comunicacional sob o “tag” #SOSCuba que, ao que todo indica, estava a ser preparada há tempo.

Nom foi por acaso o momento escolhido. Nesse dia, manifestava-se em Cuba um aumento de contágios e falecimentos pola Covid-19, que se somava à difícil situaçom económica, provocada polo criminal bloqueio dos EUA, à qual se enfrenta a ilha caribenha desde há 60 anos. Um bloqueio ainda mais grave com o impacto do vírus que está a repercutir como nunca no sistema de saúde, no subministraçom elétrica ou na escassez de alimentos.

Um novo episódio na agressom imperialista à qual Cuba se vê submetida, com o silêncio da mal chamada comunidade internacional, que EUA leva anos planificando com o emprego de quantiosos recursos, laboratórios sociais e ferramentas de alta tenologia. Um episódio que serviu para que caiam mais máscaras na suposta esquerda. Desde as de aquelas que com posiçons “descoloniais” pedem “direitos humanos”, até a da ministra “comunista” sugerindo que na ilha nom se respeitam esses direitos.

Hoje toca estarmos com Cuba, com a revoluçom socialista, com o povo de Martí, Fidel, Haydee e o Ché. Porque, como dixo o comandante, “Numha fortaleza sitiada, toda dissidência é traiçom”.

comentarios