Opinión

Passaporte covid

Opinión

Passaporte covid

A incorporaçom do chamado "passaporte sanitário" para entrar em determinados espaços, com destaque para a hotelaria e lazer noturno, está a dar-nos um novo episódio da decadência da esquerda, anticiência e irracionalista, somando-se à difusom de ideias conspiranoicas promovidas por magufos e extrema-direita. 

Devo reconhecer que desconheço quais som os critérios científicos que avalizam esta medida, aprovada também na Galiza polo governo de Feijó, mas concordo com que é arbitrária e ineficiente. Poderia justificá-la se as pessoas que estamos vacinadas ficássemos imunizadas totalmente e nom pudéssemos transmitir a covid19, mas nom é assim. 

O erro, mais umha vez e já vam… durante a gestom da crise sanitária é a falta de informaçom sobre os benefícios que poderia ter esta medida, como já sucedeu com a utilizaçom das máscaras, por exemplo. As contradiçons constantes e a sobreinformaçom sobre qualquer questom ligada à pandemia nom ajudam a ganhar confiança.

Por desgraça, cada vez som mais pessoas de esquerda e esquerdistas que vem o rechaço ao passaporte covid como umha resposta social em favor dos direitos e liberdades. Nada mais longe da realidade, porque realmente há pouco contra o passaporte sanitários e muito a favor dumha agenda antivacinas. 

Toca-nos seguir a luitar por um sistema de saúde público e de qualidade, e combater mais umha vez esse discurso da liberdade individual, disfarçado de antissistema, se queremos sobreviver nom só a esta, se nom à pior das pandemias: a do capitalismo. 

Apoia Nós Diario

Se estás lendo de balde este xornal é grazas ás máis de 3.000 persoas subscritoras. A información independente ten un prezo. Apoia un xornalismo galego e sustentábel subscribíndote a Nós Diario ou facéndote mecenas.

comentarios