Opinión

Não me representa

[Nemésio Barxa]

Nunca o votei. Nunca ninguém me perguntou minha opinião, ainda que é pública e notória, como a de muitos mais. Nunca se someteu a referendo nem se publicam informes oficiais recolhidos na cidadania sobre a monarquia. Uma monarquia estabelecida por um ditador cruel e violador dos direitos humanos e do seu próprio povo. Insisto, nada tenho que ver com o Borbon, rei das Hespanhas, que foi o único chefe de Estado que acudiu a Qatar a disfrutar do Mundial de Futebol, único chefe de Estado que branqueou com sua presença a um país mundialmente criticado por não respeitar os direitos humanos, por sua discriminação fronte á mulher, seu rejeite á homossexualidade e as mas condições laborais dos emigrantes; e os "media" espanhóis o branqueiam a ele. Já chove sobre molhado, pois na visita a Madrid do emir de Qatar o Borbon elogiou-lhe os avanços experimentados em matéria de direitos civis e liberdades públicas (ulos?). Dignamente a ministra do Interior alemã no palco mostrou seu brazalete arco da velha e os jogadores da sua equipa tampavam a boca. A dignidade não se negocia. Dos contubérnios da monarquia espanhola com os países árabes temos notícias fidedignas.

A INFORMACIÓN GALEGA ESTÁ NA TÚA MAN!

Subscríbete ao noso boletín de novas.

Date de alta de balde e recibirás unha selección dos nosos artigos para saberes o que acontece.

comentarios