xoves 15/04/21

Maçãs podres ou corRupção endémica

[Nemésio Barxa]

Resulta deprimente contemplar nas notícias de cada dia a catadura moral que sem o mínimo pudor mostram de eles mesmos políticos que militam em partidos das mais diversas ideologias, traindo o programa de seu partido por obter em/de outra formação política qualquer cargo, emprego, dinheiro ou melhoras de vida. Ao final são tantos que já duvidamos se tratar-se de maças podres ou corrupção de políticos endémica. Provavelmente os políticos com dignidade (que estou certo de que há) deveriam demitir ou polo menos marcar um cordão sanitário com seus colegas indecentes e rejeitar de jeito expresso atitudes contrárias á dignidade e ao compromisso.

Tomando o “tamayazo” madrilenho como referente, mutos foram antes e inda mais depois, chegando ao esperpento murciano onde três parlamentários do Cs que assinam uma censura passam-se posteriormente ao censurado PP, cujo Secretario Geral justifica a traição (publicamente paga com carregos no governo e salário importante) em que os trânsfugas assinaram o escrito de censura sem saber o que assinavam; proceder que, entendo, os incapacita para qualquer cargo público. E reflexiono: a política corrompe ou só corruptos mexem a política?

Maçãs podres ou corRupção endémica
comentarios