luns 28/09/20

Feijoo: "O cultivo em massa é o melhor plano de pensóns para os galegos"

Em março de 2019 foi apresentado um relatório elaborado por diferentes escolas de engenharia com um conjunto de medidas para o desenvolvimento da Galiza. Nele, o presidente Feijóo lembrou que dois terços do território galego se destinam a bosques e destacou o facto de que “Hay 80.000 familias que venden madera e ingresan 300 millones de euros cada año”. O representante do governo galego defendeu que o cultivo massificado é "el mejor plan de pensiones de los gallegos" para o qual preconizou  "una ordenación adecuada de los montes" e a utilizaçom dos recursos gerados pela madeira, através de uma gestom comum de parcelas privadas.

O Presidente manipulando à opiniom pública com semelhantes perlas desde o cocho da TVG e mentres os diversos pessoeirxs que dirigirom a Conselharia de Medio Rural sem tam sequer preocupar-se em ler o Relatório de Gestom 2005-2009 elaborado pelo Conselho de Administraçom da Conselharia no 2009 ( BNG).

No entanto, ecologistxs, labregxs, técnicxs da conselharia e investigadorxs universitárixs concordam que as espécies foráneas, pirofítas e de crescimento rápido ponhem em risco a biodiversidade e os montes galegos. Milheiros de páginas escritas, centos de iniciativas associacionistas e particulares postas em marcha para tratar de enfrentar esta pandemia e mentres o que o governo do PP fez na Galiza durante 12 anos para encontrar uma soluçom a genocídio semelhante em nossa floresta? Oferecer eucaliptos em massa para saciar a ganância de Ence, aproveitando o abandono de terras e despovoamento ao invés de implementar  políticas de infraestruturas, valorizar áreas subutilizadas ou abandonadas ou apostar na melhoria da sustentabilidade econômica e ambiental das explotaçons, somente por um exemplo.

Mas que interesses se escondem em manter o monte galego ao serviço de uma Pasteira? Por que Feijóo prefere derrubar todo o setor produtivo do país e lançar o potencial industrial no deserto do subdesenvolvimento ou promover o turismo rançoso e chabacano em vez de fazer tudo ao contrário como fazem seus homólogos cataláns ou bascos?

Você vira a cabeça e sempre chega à mesma conclusom; o auto-odio da classe política galega em geral é incomparável. Tal para  qual marajota e media PP, PSOE ou UP.  Desta vez ficamos pasmadxs, Yolanda Diaz ( UP) a propósito do seu conceito de galeguidade centrifugado à espanhola referiu-se a Feijoo como um grande político que a esquerda galega nom chegou a reconhecer dando a perceber que  se assim fosse os resultados eleitorais poderiam ser diferentes...  A esquerda espanhola é sempre tam esclarecedora!  Esta senhora tinha que ter um pouco de respeito, tam sequer fora porque estes dias vam mais de 8000 hca queimadas da terra que a viu parir..

Pensamento galego à espanhola. Cheias de pensamento galego para-espanhol.
 

Feijoo: "O cultivo em massa é o melhor plano de pensóns para os galegos"
comentarios