martes 22/09/20

Pedagogia

“A Galiza deixará de luitar pola sua liberdade quando a conquistar”. Com estas palavaras de Castelao, iniciava o deputado do BNG a sua intervençom no passado dia 7 no Parlamento espanhol.

De facto, a necessidade de conquistar umha Galiza soberana e independente tem mais urgência que nunca para solucionarmos boa parte dos problemas estruturais que nos atingem como povo e como classe trabalhadora. Soberania plena e real e nom só formal, porque soberania é ter poder e capacidade de decisom.

Nom devemos perder o horizonte estratégico nesta Transiçom espanhola 2.0. Nom queremos reformar Espanha, devemos é abandoná-la quanto antes, para construirmos umha Galiza soberana com justiça social e plena igualdade entre mulheres e homens. Romper com o papel colonial que o capitalismo espanhol nos tem reservado na divisom internacional do trabalho: umha regiom produtora de matérias-primas onde extrair mao de obra barata e instalar indústrias de enclave altamente contaminantes, umha grande bateria para produzir energía, um “resort” onde desfrutar do marisco “baratíssimo”.

Devemos combater a farsa que di que somos alheias aos problemas reais da classe trabalhadora, ao contrário, a soberania é o caminho para os resolvermos de maneira efetiva.

Eis o urgente trabalho que temos por diante: ajudar o povo galego a ligar os seus problemas quotidianos com a carência de soberania ou, o que é o mesmo, criarmos consciência nacional. Sermos mais. Maos à obra.

comentarios