sábado 29/01/22

A nossa voz

Hoje devemos parabenizarmos. Tés nas maos o resultado do trabalho de milhares de pessoas que tornárom possível que desde este 2 de janeiro saia do prelo um diário de qualidade que rompa com a hegemonia da maioria dos meios de comunicaçom.

Com certeza o Nós Diario vai dar-nos, dia a dia, um olhar crítico da realidade, longe de mainstreams. Nos tempos do pensamento único, semelha umha tolémia construir um meio de comunicaçom potente, atrativo, sério, plural e em galego; e o que é mais importante, independente de poderes económicos e institucionais. Um jornal disposto a dar espaço às vozes que nom querem que se ouçam, que vaia além do que publicam os meios de massas e que se converta num referente para um espaço amplo da sociedade galega que questione o “discurso único”. Um altofalante da nossa realidade mais próxima, partindo da necessidade de canalizar a informaçom a partir do nosso próprio relato.

Mas também que sirva, a partir das suas páginas, para potencializar espaços de discussom, informaçom e debate transparente que ajudem na construçom nacional.

Porque nom podemos delegar a análise dos conflitos económicos, políticos e sociais que se dam no nosso país a meios de comunicaçom dependentes e ao serviço do capitalismo e do Estado espanhol. Se só escuitarmos a versom do inimigo, normalizaremos o inimigo. Ou, como dizia Malcolm X, amaremos o opressor e odiaremos o oprimido.

É por todo isto que queria aproveitar a minha primeira colaboraçom semanal para celebrar convosco o nascimento deste novo projeto informativo galego e em galego, com umha linha editorial de País. Força!

A información galega está na túa man!

Subscríbete ao noso boletín de novas.

Date de alta de balde e recibirás unha selección dos nosos artigos para saberes o que acontece.

A nossa voz
comentarios