mércores 14/04/21
Libros: 'Xelarias, palabra á intemperie', de Enma Pedreira e LauraRomero

Palavra em acovilho

O que fazem Emma Pedreira e Laura Romero, a meias, é criar um artefacto dentro do qual, ou colado como rémora na pele exterior, baleia oceánide, caiba qualquer verso, qualquer trecho da obra de Xela Arias.
Enma Pedreira e Laura Romero
Enma Pedreira e Laura Romero
Xela Arias foi poeta única, singular. Ela mesma afirmava não ter geração. Cresceu-se como poeta sozinha, fora dos mapas, além da escrita, nos fanzines e nas performances e nos festivais de poesia. É certo, foi a sua uma obra intemperiada,…

Debes estar rexistrado para ler este contido

Poderás rexistrarte co teu correo. É rápido e gratis.

Rexistrarse
comentarios